sábado, 29 de maio de 2010

Nada como uma boa música...

Então... sabe aqueles dias que você quer tudo e nada ao mesmo tempo?Que você explodir... Quer abrir a porta de casa e falar tudo q te der na telha... Olha pra cara daquela pessoa que não gosta de você e dizer: SE EXPLODA nem Jesus agradou a todos... De fazer o que te der na telha, de parar com o regime e cair de boca nas guloseimas ou de começar um definitivamente! DE GRITAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAR!Pois bem... hoje eu acordei assim!E creio que muita gente acorda assim também...Tomei meu café da manhã com uma cara emburrada que eu mesmo se me visse ficaria espantado! Oo'Vim pro pc sem um piiiingo de paciência vi o que tinha pra ser visto e sai!Decidi fazer faxina na casa... Isso me ajuda muito quando eu quero desopilar.... Lavei tudo, limpei tudo, varri até o teto! E senti q tava faltando alguma coisa... Foi quando me dei conta de que a casa estava muito silenciosa... coloquei umas músicas pra tocar... E foi quando TUDO mudou!Definitivamente a música e seu conteúdo me ajudaram a não ter um dia péssimo!Eu estava ouvindo uma música q eu gosto bastante.. "Conquistando o Impossível - Jamily" Foi quando parei e comecei a ouvir bem aletra dessa música... E eu comecei a chorar no trecho que diz: 'Acredite que nenhum de nós já nasceu com jeito pra super herói, nossos sonhos agente é quem constrói, é vencendo os limites, escalando as fortalezas, conquistando o impossível pela fé".Nossa, isso me fez pensar profundamente no dia que eu estava decidindo ter! EU VI Q EU TINHA NAS MÃOS O DIREITO DE ESCOLHA. Escolher entre dar vazão ao meu estado de espírito do momento.. ou de olhar para Deus e entregar tudo nas mãos dEle e SORRIR!Foi quando eu me levantei comecei a cantar junto com a música... Até minha voz melhorou! Cantei como nunca, cantei com a ALMA! E os problemas que pareciam me perturbar simplesmente SUMIRAM em meio a minha tamanha felicidade! Embalado por esse momento eu agradeci a Deus por minha família q apesar de me tirar do sério as vezes ( =P ) eu amo com todas as minhas forças. Agradeci por meus amigos que são minha maior riqueza. E decidi ter o MELHOR DIA! E dizer que TODOS NÓS temos o direito de escolher como vamos deixar que nosso dia se desenrole  Basta apenas saber a quem entregar seus problemas.. e tudo ficará lindo =D

domingo, 9 de maio de 2010

As mães de todo o mundo!

oiiiiiieeeee pessoasssssssssssssssssssssssssssss =DDD
Bommmm não podia deixar de blogar nesse dia TÃÃÃO especial neahhh *--------*
Sem mais arrodeioss, mães de todo o mundo, esse post é para vocês! =DDD


Uma mulher chamada Ana foi renovar sua carteira de motorista. Pediram-lhe para informar qual era sua profissão. Ela hesitou, sem saber como se classificar. "O que eu pergunto é se tem algum trabalho", insistiu o funcionário. "Claro que tenho um trabalho" exclamou Ana. "Sou mãe!" "Nós não consideramos mãe um trabalho. Vou colocar dona de casa", disse o funcionário friamente. Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que me encontrei em situação idêntica. A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona de um título sonante. "Qual é a sua ocupação?" perguntou. Não sei o que me fez dizer isto. As palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora: "Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas. "A funcionária fez uma pausa, a caneta de tinta permanente a apontar pra o ar, e olhou-me como quem diz que não ouviu bem. Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas. Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial. "Posso perguntar" disse-me ela com novo interesse "o que faz exatamente? "Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder: "Desenvolvo um programa de longo prazo (qualquer mãe faz isso -.-'), em laboratório e no campo experimental (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa =P ). Sou responsável por uma equipe (minha família *--*), e já recebi quatro projetos (todas meninas). Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda? Oo'). O grau de exigência é a nível de 14 horas por dia (para não dizer 24) "Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária, que acabou de preencher o formulário, se levantou, e pessoalmente abriu-me a porta. Quando cheguei em casa, com o título da minha carreira erguido, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com 5. Do andar de cima, pude ouvir meu novo experimento - um bebê de seis meses - testando uma nova tonalidade de voz. Senti-me triunfante! Maternidade... que carreira gloriosa! Assim, as avós deviam ser chamadas Doutora-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas, as bisavós Doutora-Executiva-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas e as tias
Doutora-Assistente.
Uma homenagem carinhosa a todas as mulheres,
mães
, esposas, amigas, companheiras, Doutoras na Arte de Fazer a Vida Melhor!

Liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiindo neah gente *------------------------*
Aproveitando o espaço pra dizer o quanto AAAAAAAAAMO a minha mãe *-*
Apesar dela me fazer raiva as vezes ¬¬'
Mas ela é meu porto seguro; meu alicerce; meu refúgio!!!
Te aaaaaaaaaaaaaaaaaaamo mããããããeeeeeeeeee *--------------------*

=*****